Grão-de-Bico: É gostoso, saudável e ajuda na melhora do humor igual ao chocolate, e não oferece desvantagens.

O grão-de-bico é um alimento saudável que carrega consigo proteína vegetal, é rico em carboidratos complexos e o melhor, não tem gorduras.

Abundante em vitaminas como o complexo B, cálcio, ferro, fósforo, potássio e muitas outras, o grão-de-bico é riquíssimo em fibras, e por conta disso, diminui o colesterol resultando no combate e tratamento da diabete, além de contribuir e muito para a manutenção da nossa saúde e boa forma.

Para quem deseja emagrecer, vale a pena investir no grão-de-bico, suas fibras regulam o intestino, dão a sensação de saciedade ajudando a emagrecer de forma saudável. O consumo pode ser feito de diversas formas: Saladas, massas, carnes, sopas, pastas etc.

Para as mulheres com menopausa, é essencial o consumo regular, pois o grão é rico em hormônios que previnem a osteoporose e problemas no coração. Uma curiosidade muito interessante, é que o grão-de-bico possui substâncias que atuam diretamente no cérebro, controlando o humor, o sono e o apetite. Alguns estudos dizem que este é o grão da felicidade, pois agem como o chocolate.

Uma porção de 100 gramas de grão-de-bico cozidos sem sal, oferecem:

• 164 calorias
• 27,42 gramas de carboidratos (sendo 7,6 g de fibras)
• 2,59 gramas de gorduras (principalmente ácidos graxos insaturados)
• 8,86 gramas de proteínas.

Conheça os principais benefícios do grão-de-bico:

1) Ajuda a emagrecer

Como o grão-de-bico possui um elevado teor proteico e de fibras, compensa suas calorias. O processo de digestão das proteínas é efetivamente mais lento, o que promove uma sensação de saciedade e, por conta disso, causa uma redução do consumo alimentar.

As fibras do grão-de-bico ajudam a emagrecer justamente pelo mesmo motivo, por fazer você se sentir mais satisfeito. Além disso, a ingestão do grão evita picos de glicose, o que significa dizer que não haverá excessos de carboidratos no sangue para ser convertido em gorduras.

2) Ganho de massa muscular 

Os benefícios do grão-de-bico para os músculos são proporcionados pelo seu conteúdo de proteína, amido e de ferro. A proteína é um nutriente essencial para o desenvolvimento muscular. O amido é um carboidrato complexo, isto é, também é digerido lentamente, o que promove um constante fornecimento de combustível (glicose) para a geração de energia, garantindo ânimo e disposição para a prática de atividades físicas.

O ferro é outro nutriente muito importante para a geração de energia. Constituinte da hemoglobina, o mineral participa do fornecimento de oxigênio para células, gás utilizado durante a síntese de energia via respiração aeróbica.

3) Controla a glicemia

As fibras e as proteínas também trazem benefícios do grão-de-bico para manter o nível de glicemia dentro do limite. Ambos fazem com que a digestão dos alimentos aconteça de forma não tão rápida (nem lenta demais), o que regula a quantidade de glicose a ser lançada na corrente sanguínea.

Um estudo recente mostrou que o consumo diário de meia xícara de grão-de-bico, em menos de uma semana, já ajuda no controle da glicemia. Outra pesquisa publicada no “American Journal of Clinical Nutriiton” revelou que as mulheres que consumiram o grão tiveram uma diminuição significativa de 40% das chances de desenvolver diabetes do tipo 2.

4) Ótimo para o sistema cardiovascular

O excesso de colesterol e do aminoácido homocisteína, o estresse oxidativo e a hipertensão arterial são fatores que aumentam consideravelmente os riscos de se sofrer um infarto ou derrame. As fibras solúveis do grão-de-bico ajudam a diminuir os níveis de colesterol no sangue.

A ingestão diária de ¾ de xícara do grão durante o período de um mês já ajuda a reduzir o teor de colesterol total, colesterol LDL (ruim) e triglicérides. Uma pesquisa publicada no “Journal of American Dietetic Association” investigou as ações que o consumo semanal de 700 g de grão-de-bico provocaria em adultos com níveis elevados de colesterol.

Foi observada uma diminuição desses valores, em 16mg/dL na média. O ácido fólico, presente em abundância no grão-de-bico, ajuda a reduzir o nível do aminoácido homocisteína. A leguminosa também possui propriedades antioxidantes que ajudam a evitar os danos oxidativos. E, finalmente, o mineral potássio tem efeito vasodilatador, contribuindo para a diminuição da pressão arterial.

5) Previne o câncer

O ácido fólico, a vitamina C, a Vitamina E e alguns fitonutrientes são os responsáveis pelos benefícios do grão-de-bico contra o câncer. O folato participa da síntese e reparação do DNA, protegendo esse ácido nucleico de mutações em geral, como as que transformam células sadias em cancerosas.

Os fitonutrientes encontrados tanto camada exterior (quercetina, miricetina e campferol) como na interna da leguminosa (ácido ferúlico, ácido vanílico, ácido cafeico e ácido clorogênico) apresentam uma importante atividade antioxidante, o que também evita a ocorrência de mutações que induzam o câncer.

Apesar da pouca quantidade de vitamina C e E no grão-de-bico, elas também ajudam a combater esses efeitos carcinogênicos dos radicais livres.

6) Atua de forma importante no intestino

As fibras do trazem muitos benefícios do grão-de-bico ao intestino. Além de facilitarem o processo digestivo, elas previvem a prisão de ventre, a diverticulite e a síndrome do intestino irritável. As fibras também ajudam no combate ao câncer de cólon. A comunidade de bactérias existentes no intestino “quebram” as mesmas em ácidos graxos de cadeia curta, que são utilizados como fonte de energia para as células do órgão.

Um desses compostos, o ácido butírico, tem sido relatado em estudos feitos com células animais como um agente que ajuda a conter a proliferação desses tumores e estimula a apoptose dessas células cancerígenas.

7) Excelente para gestantes

Há importantes benefícios do grão-de-bico para a saúde feminina. Para as grávidas, ele ajuda a evitar a má formação do tubo neural nos fetos (graças ao seu conteúdo de ácido fólico). Fazer o consumo da leguminosa também ajuda a repor os estoques de ferro, mineral que as mulheres perdem toda vez que menstruam. Além disso, o grão-de-bico contém saponinas, compostos que reduzem os riscos de câncer de mama.

8) Rico em cálcio

O grão-de-bico contém minerais de grande relevância para a manutenção da estrutura óssea – o cálcio e o fósforo. Os benefícios do grão-de-bico para os ossos também são propiciados pela vitamina K, cuja ingestão insuficiente está associada a uma maior chance de fraturas. Mesmo estando presente em baixa quantidade na leguminosa, a vitamina melhora a absorção de cálcio e reduz a perda do mesmo pela urina. 

Gostou do artigo? Compartilhe saúde para seus amigos 🙂